Blog

Educar com carinho: a força da convivência familiar

Educar com carinho: a força da convivência familiar

Como orientar uma família para lidar com as crianças e adolescentes no Acolhimento Familiar e na Adoção? Como lidar, sem julgamentos, com mães que abandonaram seus filhos e com as esperanças das crianças que aguardam por uma família? E mesmo sabendo que não há um “manual”, quais os conceitos que podemos ter como base ao acompanhar e orientar o desenvolvimento…

Como capacitar famílias acolhedoras

Como capacitar famílias acolhedoras

A Dra. em Psicologia Experimental e Mestre em Direito, Caroline Buosi Vellasco, estudou profundamente o Serviço de Acolhimento Familiar de Cascavel, PR, durante cinco anos, para fazer sua tese de doutorado pela PUC-São Paulo. Sua tese resultou em um “manual” de como capacitar famílias acolhedoras, com orientação sobre o conteúdo, métodos mais adequados para lidar com os acolhidos, práticas educativas…

Os efeitos neurológicos da institucionalização e a importância da Primeira Infância

Os efeitos neurológicos da institucionalização e a importância da Primeira Infância

Há anos, psicólogos, educadores e médicos vêm abordando a relevância da construção de vínculos saudáveis, estáveis e duradouros nos primeiros anos de vida, para o desenvolvimento neurológico e emocional. Nas últimas décadas, com o advento da tecnologia, a neurociência vem aprofundando a questão, com pesquisas e estudos que avaliam as consequências causadas pelo abandono e negligência. A neurociência provou que…

Os princípios da primeira infância segundo a neurociência

Os princípios da primeira infância segundo a neurociência

Continuando nossa série sobre os aspectos neurológicos e os benefícios do convívio em família para o desenvolvimento infantil, trazemos no texto de hoje uma série de informações sobre arquitetura cerebral, aspectos cognitivos e as implicações dos estímulos no desenvolvimento durante os primeiros anos da criança, explicadas de forma clara pelo Dr. Nathan Fox, neurocientista coordenador do Programa de Intervenção Precoce…

Os benefícios do Acolhimento Familiar para o desenvolvimento neurológico

Os benefícios do Acolhimento Familiar para o desenvolvimento neurológico

Chamado de período crítico, os primeiros 24 meses da vida de uma criança são extremamente importantes para seu desenvolvimento. Estudos mostram que a atividade cerebral de uma criança em medida de proteção que foi colocada em Acolhimento Familiar antes dos dois anos é idêntica à de uma criança que nunca passou por situação de vulnerabilidade, permitindo um desenvolvimento normal. Por…

Suicídio de crianças e adolescentes: como prevenir

Suicídio de crianças e adolescentes: como prevenir

Mundialmente, o suicídio está entre as cinco maiores causas de morte entre jovens com idade entre 15 e 19 anos, ficando no triste primeiro lugar em alguns países. O assunto deve ser tratado esclarecido com seriedade. Aqui, buscamos traçar um panorama geral com o objetivo de informar e conscientizar a sociedade sobre essa “tragédia silenciosa em nossas casas”, como diz…

Acolhimento Familiar é prioritário

Acolhimento Familiar é prioritário

O Acolhimento Familiar é uma medida de proteção e, por lei, deve ser preferencial ao acolhimento institucional. Os ganhos para a criança e o adolescente que estão em uma família acolhedora são imensuráveis. Mas também há vitórias para a sociedade como um todo. Por isso, há urgência em conscientizar e disseminar a cultura do Acolhimento Familiar por todo o Brasil.…

Entenda o que é entrega legal para adoção

Entenda o que é entrega legal para adoção

Atualmente, tem sido frequente notícias na mídia envolvendo mães que abandonaram seus filhos recém-nascidos, algumas vezes de forma totalmente desumana. Nesses casos, nossa primeira reação é de compreensível censura e repúdio a essa atitude de desrespeito à vida. Mas, precisamos entender o que levou uma mãe a chegar a esse ponto. E, principalmente, é urgente uma divulgação ampla sobre a…

2019 - Todos os direitos reservados .
O Instituto Geração Amanhã é uma organização sem fins lucrativos, laica e apartidária. Todas as fotos de crianças são meramente ilustrativas (banco de imagem). Não expomos crianças e adolescentes em situação de risco e vulnerabilidade, por respeito e conforme as orientações do ECA – Estatuto da Criança e do Adolescente.