Trauma e Vinculação

Estudos realizados na década de 1990 nos Estados Unidos revelaram que a exposição a traumas na infância implicam em consequências severas na vida adulta. Em altas doses, os traumas sofridos na infância afetam o desenvolvimento do cérebro, o sistema imunológico, o sistema endócrino e até a forma como o nosso DNA é lido e replicado. Esses traumas não são causados por frustrações leves como por exemplo, ir mal em uma prova. Os traumas aqui relatados referem-se à situações graves tais como aqueles sofridos por negligência severa, abuso e violência, que vão interferir diretamente na formação do indivíduo em termos físicos e psicológicos. Pessoas expostas a doses muito altas de estresse tóxico e traumas na infância, têm três vezes mais risco de morrer de doenças cardíacas e de câncer de pulmão e têm uma redução de 20 anos em sua expectativa de vida, além é claro de problemas de confiança, afeto e vinculação. Saiba mais nos vídeos e links a seguir:

Como o trauma na infância afeta a saúde ao longo da vida
Estresse Tóxico na Primeira Infância
Como formar famílias e profissionais para atender crianças que viveram experiências traumáticas
prevencao suicidio crianca adolescente
A qualidade dos vínculos como prevencao do suicidio em criancas e adolescentes
Os vínculos afetivos no cotidiano
O caso dos Órfãos da Romênia