Situação Atual

Em 19 de Novembro de 2018
Fonte: Conselho Nacional de Justiça
0
Famílias no cadastro para adotar
0
Crianças aptas à adoção
0
Crianças em acolhimentos

A obtenção de dados estatísticos precisos e atualizados, da adoção e do acolhimento familiar no Brasil, tem sido um enorme desafio. Já existem números relativamente confiáveis em relação ao total de crianças e jovens em situação de risco acolhidos no Brasil. Também há dados gerais dos que estão aptos para adoção, assim como dados sobre o perfil das famílias cadastrados para adoção. Embora seja uma obrigação legal cadastrar no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) qualquer acolhimento ou adoção, temos consciência de que vivemos em um país com dimensões continentais, onde os recursos tecnológicos e financeiros não são equalizados.

No caso do acolhimento familiar, apenas em agosto de 2018 o CNJ passa a discriminar no Cadastro Nacional de Crianças Acolhidas (CNAC) se o acolhimento é institucional ou familiar – até então os dados eram inexistentes e apenas estimados. Por outro lado, os programas de acolhimento familiar são implantados por gestões independentes de Estados e Municípios. Portanto, para que os dados estejam atualizados e consolidados, com certeza levará ainda algum tempo.

O compromisso do Instituto Geração Amanhã é tornar públicas essas informações e divulgá-las amplamente. A realidade é que hoje os números de acolhimento no Brasil traduzem uma trágica realidade e a necessidade urgente de mudanças.

2019 - Todos os direitos reservados .
O Instituto Geração Amanhã é uma organização sem fins lucrativos, laica e apartidária. Todas as fotos de crianças são meramente ilustrativas (banco de imagem). Não expomos crianças e adolescentes em situação de risco e vulnerabilidade, por respeito e conforme as orientações do ECA – Estatuto da Criança e do Adolescente.