E-Book Guia da Adoção

O guia definitivo para quem pensa em adotar

Guia da Adoção

Este guia é uma viagem pelos muitos caminhos que existem para quem está pensando em adotar. Traz um entendimento geral sobre as questões da adoção, apresenta as dúvidas mais frequentes, ensina os caminhos para a habilitação à adoção, além de propor exercícios e reflexões diferentes para quem quer se preparar para adoção e para quem já adotou.

Você vai ler aqui
Preencha e baixe o seu

O Instituto Geração Amanhã é uma Organização da Sociedade Civil (OSC), sem fins lucrativos, que luta pelo direito de toda criança e adolescente viver em família. Para isso, realizamos inúmeras atividades que visam incentivar e promover o acolhimento familiar, a adoção, a convivência familiar e comunitária, com ênfase na Primeira Infância.

Temos como foco a produção de informações e conteúdos aprofundados e de qualidade sobre esses temas, porque acreditamos que para mudar é preciso conscientização. E que não se pode exigir conscientização se não houver acesso à informação.

CONTATO

se preferir, escreva para:

contato@geracaoamanha.org.br

SIGA-NOS NO FACEBOOK

Qual o prazo máximo de permanência da criança no Acolhimento Familiar?
Segundo o ECA, o prazo máximo para a permanência da criança ou adolescente em Acolhimento Familiar é de 18 meses. No entanto, se a criança estiver apta para adoção e não houver interessados, o Acolhimento Familiar pode ser de longa duração e se estender até o prazo previsto por lei, que em alguns serviços vai até os 18 anos e em outros até os 21 anos. Lembrando que famílias acolhedoras não podem se candidatar como famílias adotivas e vice-versa.
Acesse nosso site, baixe gratuitamente nosso e-book sobre Acolhimento Familiar e tire todas as suas dúvidas: geracaoamanha.org.br/ebookaf/
... See MoreSee Less

View on Facebook

2020. Todos os direitos reservados © - O Instituto Geração Amanhã é uma organização sem fins lucrativos, laica e apartidária. Todas as fotos de crianças são meramente ilustrativas (banco de imagem). Não expomos crianças e adolescentes em situação de risco e vulnerabilidade, por respeito e conforme as orientações do ECA – Estatuto da Criança e do Adolescente.

desenvolvido por www.TenhaSeuSite.com.br